IMPORTANTISSISSISSISSIMO!! Se você envia links do migre.me por email, leia este aviso!

FAQ - Perguntas mais frequentes sobre o Migre.me

Quando surgiu o Migre.me?

A ideia inicial do Migre.me surgiu durante a Campus Party em 2009. Na época era moda uma brincadeira chamada "Rick Roll", que consistia em postar uma notícia fantasiosa no Twitter com um link para o vídeo do Rick Astley.

Durante a Campus Party todos os campuseiros estavam tuitando suas brincadeiras, então o blogueiro e programador Jonny Ken Itaya resolveu organizar um campeonato para premiar quem conseguisse mais cliques. Porém, não encontrou nenhuma ferramenta na internet para contabilizar cliques de maneira fácil. Por isso desenvolveu rapidamente um script em PHP e utilizou-o para a contagem dos cliques. O campeonato foi um sucesso, embora o ganhador do concurso (o @bobagento) nunca tenha ganhado seu prêmio até hoje (calma, ainda vai ganhar).

Alguns dias depois, numa conversa informal com o ex-blogueiro da Startupi Alexandre Fugita, surgiu a ideia de montar uma ferramenta de contagem de cliques e disponibilizá-la livremente na internet para que agências e usuários do Twitter pudessem acompanhar o número de cliques em seus links.

Entretanto, durante a programação da ferramenta, surgiu a ideia de se contar também o número de retweets do link e, com todos os dados, montar uma página com os links mais interessantes do dia. Os usuários poderiam votar num link como "interessante" simplesmente fazendo o que sempre fizeram (clicar e retuitar), sem a necessidade de cadastros ou classificação da qualidade do link.

Com isso, no dia 2 de fevereiro (7 dias depois do campeonato de Rick Roll), nasceu o Migre.me.

Publicidade